Jovens de Diferentes Países da África Austral Reuniram-se na Missão de Boroma

Dos dias 27 de Dezembro a 1 de Janeiro o Santuário de São José de Boroma acolheu o Encontro Internacional do MAGIS, reunindo mais de 100 jovens vindo de diversas regiões de Moçambique, Zimbabwe, Zâmbia, Malawi e África do Sul, que vivem a espiritualidade Jesuíta. MAGIS é um advérbio em latim que significa “mais; maior”. Foi um termo usado inúmeras vezes por Santo Inácio de Loyola, o fundador da Companhia de Jesus, para se referir a uma profunda ligação pessoal com o Deus sempre maior.
O MAGIS é um grupo de jovens que procuram que viver a sua fé segundo a espiritualidade dos Jesuítas, enchendo-se de sentido para descrever o modo de vida de quem vive e serve em tudo para a maior glória de Deus.
Mesmo com uma programação própria, o grupo contou com a presença  da Comunidade da Sementes do Verbo não só no acolhimento, mas também na visita às famílias no povoado de Boroma. Acompanhando o grupo estavam os padres Jesuítas, Padre Peter e Padre Ezequiel, que expressaram  muita gratidão pelo acolhimento e pelo trabalho de restauração da Missão de Boroma, lugar de grande importância para os Jesuítas em Moçambique e na África Austral.

 

 

View the embedded image gallery online at:
https://diocesetete.org/noticias.html?start=5#sigProId737c6f47a7

Abertura da Fazenda da Esperança Feminina de São José de Boroma de Tete

No dia 11 de Agosto foi inaugurada a Fazenda da Esperança Feminina de São José de Boroma, distrito de Marara.

Trata-se da segunda comunidade terapêutica a funcionar na diocese de Tete depois da abertura da Fazenda da Esperança Masculina de Zobuè em 2021.

A Fazenda da Esperança, que celebra este ano 40 anos de existência, é uma comunidade católica que dedica-se à recuperação de jovens da toxicodependência, drogas e outros vícios usando como cura a espiritualidade, convivência e o trabalho.

A bênção da casa da Fazenda da Esperança foi antecedida pela Santa Missa presidida pelo Bispo de Tete, Dom Diamantino Guapo Antunes, e concelebrada por um bom grupo de sacerdotes e participada por muitos fiéis de Boroma e de Tete. Estavam presentes as autoridades da Província, nomeadamente a Secretária de Estado, o Governador, o Administrador de Marara, entre outros.

Destaca-se a participação dos Fundadores da Fazenda do Brasil, Frei Hans e Nelson, que vieram do Brasil onde a Fazenda da Esperança foi fundada em 1983.

Depois da Missa realizou-se a bênção das instalações da Fazenda da Esperança situadas no espaço da antiga residência das Irmãs e no internato feminino da missão.Os edifícios foram reabilitados pela Diocese de Tete com a colaboração da Fazenda da Esperança.

A Província de Tete tem agora uma comunidade terapêutica especializada no acolhimento e recuperação de jovens. A instituição está aberta a todas as pessoas interessadas.Neste momento conta já com um primeiro grupo de recuperandas, uma das quais deu um comovente testemunho sobre a sua recuperação no final da Santa Missa.  

Boroma fazenda 6  Boroma fazenda 2 Boroma fazenda 4 Boroma fazenda 5 Boroma fazenda 1

Visita do Bispo de Tete à Fazenda da Esperança Zobué

No II Domingo de Páscoa, o Bispo de Tete, Dom Diamantino Guapo Antunes, celebrou a Santa Missa na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição do Zobuè.

Em seguida, dirigiu-se à Fazenda da Esperança do Zobuè para presidir à Santa Missa na Igreja do Santuário Diocesano.

Durante a Eucaristia administrou o Baptismo a 4 jovens em recuperação na comunidade terapêutica Fazenda da Esperança e o Sacramento do Crisma a outros dois jovens.

Participaram na Missa também amigos e familiares dos recém-baptizados e crismados.

A Fazenda da Esperança masculina de São João de Brito do Zobuè está funcionando há 3 anos e neste momento conta com 4 dezenas de jovens em recuperação das drogas e do álcool provenientes de diferentes províncias de Moçambique.

Bispo de Tete Participa na Assembleia dos Bispos de Moçambique

O Bispo de Tete, Dom Diamantino Guapo Antunes, participou na Assembleia dos Bispos de Moçambique que hoje terminou no Seminário de Santo Agostinho da Matola, Arquidiocese de Maputo. Os bispos estiveram reunidos de 17 a 25 de Abril.  

Entre os vários temas tratados e deliberações tomadas recordamos as mais relevantes para a vida eclesial e social: a partilha sobre a situação sócio-económica e eclesial, a análise da situação nos seminários maiores para a formação do Clero e a educação em geral, a preparação imediata para a IV Assembleia Nacional de Pastoral, a realização da I Semana Nacional de Catequese.

No Domingo, dia 23 de Abril, na Catedral de Maputo, os Bispos participaram na ordenação episcopal do Bispo auxiliar do Maputo, Dom Tonito José Francisco Xavier Muananoa, do clero diocesano de Guruè. Presidiu à celebração eucarística e à ordenação o Núncio Apostólico em Moçambique, Dom Piergiorgio Bertoldi.

Com o intuito de reforçar as relações institucionais entre a Igreja Católica e os órgãos de soberania do Estado Moçambicano, durante esta plenária os Bispo fizeram visita à Assembleia da República e à Presidência da República. Nestes encontros os Bispoos partilharam algumas inquietações e ansiedades relativas à realidade sócio-política e económica do país e também da vida eclesial nacional. Manifestaram igualmente a vontade de continuar a colaborar com as instituições governamentais e da sociedade civil a nível nacional e local na resolução dos problemas que afligem a sociedade moçambicana, nomeadamente nas áreas da educação, juventude, diálogo inter-religioso, etc.

Visita do Bispo de Tete ao Centro Catequético de Uncanha-Marávia

O Bispo de tete, Dom Diamantino visitou no passado dia 12 e 13 de Abril o Centro Catequético Diocesano São Barnabé e São Paulo de Uncanha, no distrito da Marávia.

Além do encontro com a equipa missionária, Missionários da Consolata, Clero Diocesano e Irmãs da Imaculada Conceição, o Bispo de Tete encontrou-se com as famílias de catequistas do ano formativo de 2023.  Escutou as suas preocupações e o andamento da formação e vida comunitária. O curso deste ano é participado por 9 famílias oriundas das paróquias de Miruro, Zumbo, Uncanha, Fingoè, Mavudzi Ponte, Domuè, Moatize, Matundo e Inhangoma.

A formação bíblico-catequética e litúrgica, iniciada em Janeiro, dura um ano. O Centro catequético, situado na margem esquerda do rio Uncanha, na divisa entre os distritos da Marávia e Zumbo começou a funcionar em 2018 e até ao momento já formou 75 famílias de catequistas da diocese de Tete.

Durante a visita, Dom Diamantino Antunes, deu a bênção pascal a cada família nas suas residências no centro catequético.

 

Uncanha 3 Uncanha 2

ONDE ESTAMOS

Cúria Diocesana - Tete

Rua Pe. Domingos Ferrão, 81
Caixa Postal 218. TETE

Telefone fixo:+ 258 252 22017
e-mail: diocesedetete@gmail.com

Atendimento: de 2ª a 6ª feira, das 8 às 12h.

CONTACTE-NOS